Saint Gobain


Notícias

Notícia publicada no dia 20/11/2014 no Portal Fator Brasil

Saint-Gobain fornece tubos para a nova fábrica de celulose da Klabin

Empresa oferece serviços e soluções industriais que garantem durabilidade e estanqueidade no transporte de fluidos.

A Saint-Gobain Canalização, tradicional fabricante de sistemas em ferro fundido dúctil para transporte de fluidos, em parceria com a Construtora Bripaza, fornece produtos e serviços para o Projeto Puma - nova unidade fabril de celulose da Klabin, que está sendo construída em Ortigueira (PR). A solução oferecida contempla 8.000 metros de tubulação ponta-bolsa, além do acompanhamento técnico da Saint-Gobain Canalização e da expertise da Bripaza para instalação de tubos de ferro fundido para emissário e adutora da Estação de Tratamento de Efluentes.

Marcelo Machado, diretor comercial e de marketing da Canalização, comenta que estar entre os fornecedores desta obra é bastante significativo para a companhia, pois o Projeto Puma da Klabin é considerado um novo ciclo de crescimento da empresa para dobrar seu volume de produção nos próximos três anos e ser uma das fábricas mais produtivas do mundo. “Nossa intenção é proporcionar à Klabin uma solução completa, com oferta de produtos e serviços que vão desde a concepção do projeto executivo até o acompanhamento e assistência técnica em todas as etapas da montagem”, complementa o executivo.

A escolha dos tubos de Ferro Fundido Dúctil da marca PAM proporciona segurança e rapidez na instalação de todo sistema e permanente acompanhamento técnico especializado.

Por meio do PamServiços, a companhia disponibiliza um diferencial aos clientes, a fim de garantir melhor aproveitamento dos produtos e otimização de custos e tempo. Técnicos da Saint-Gobain Canalização acompanham pessoalmente todas as etapas da obra, realizam treinamentos para orientar a aplicação correta dos produtos PAM, análise do projeto e do solo e testes hidrostáticos.

O Projeto Puma da Klabin já foi iniciado e tem previsão para ser inaugurado em 2016. O aporte financeiro para o desenvolvimento dessa nova unidade fabril de celulose é de R$ 5,8 bilhões, considerado o maior investimento privado da história do estado do Paraná. Além da importância econômica, a fábrica terá um impacto positivo e direto em 12 cidades do estado, com a geração de impostos e oportunidades de trabalho.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

todas as notícias